Alô, Chics!

Neymar, o rei da street fashion

Os topetes de Neymar (fotos 01 e 02) e as tranças de Vagner Love (03 e 04)

Entro no elevador e por alguns segundos, penso que estou tendo uma alucinação: dois rapazes de capacete na mão, obviamente dois motoboys, parecem cópia um do outro. Ambos são da mesma altura e têm seus cabelos cortados exatamente da mesma maneira: curtos, quase raspados na lateral, com o topete moicano cheio de gel e espetado em mechinhas arredondadas como rabos-de-pato. O garoto Neymar, do Santos Futebol Clube, está fazendo moda.

Vou atrás de fotos dele e constato que o menino é ousado : usa sempre o boné de aba longa virado para trás,  experimenta óculos, usa brincos e na noite da premiação do Campeonato Paulista em que ele foi eleito o melhor jogador da temporada usou um terno com uma gravata-lenço vermelha de dar arrepios nos homens clássicos.

Jogadores de futebol podem tudo e são copiados por todos os garotos que fantasiam com o vidão que levam: lembram do corte meia cuia do Ronaldo? Aquele topete pavoroso foi, durante meses, imitado por todos os  office-boys da cidade que agora, por conta do Vagner Love, do Flamengo, também arriscam trancinhas coloridas embaixo de seus capacetes e bonés.

Para o mundo jovem masculino que sonha com uma vida melhor a grande passarela de moda é o estádio de futebol, e Neymar a Gisele Bündchen da hora. Muito mais do que com Brad Pitts, George Clooneys ou mesmo Giannechinis, é com eles que a garotada emergente, que rala o dia inteiro nas ruas, sonha e se identifica.

Gloria Kalil

Notícias Relacionadas

Compartilhe este conteúdo

Enviar por E-mail