Moda

Secretária sexy de Amor À Vida causa polêmica com seu figurino decotado. Esse guarda-roupa vale na vida real?

Na novela Amor à Vida, não é só o relacionamento da secretária Aline com o chefe César que tem chamado atenção. O figurino cheio de peças sexy da personagem de Vanessa Giácomo transformou a moça em polêmica entre as secretárias da vida real - e traz à tona a velha questão sobre adequação da moda e da roupa ao ambiente de trabalho.

"O guarda-roupa profissional deve combinar com o cargo e a empresa", diz Gloria Kalil, que adverte: "roupas 'na última moda' geralmente se dão mal nos escritórios". O segredo maior é montar uma roupa atualizada, mas que não seja chamativa. "Guarda-roupa de trabalho tem personalidade própria”, adverte.

ACOMPANHE A MODA DAS NOVELAS NO CANAL ESPECIAL SOBRE O TEMA

De fato, a personalidade de Aline foi decisiva para as escolhas de Labibe Simão, figurinista de Amor à Vida. “A Aline é superousada de forma proposital, em função de desejar conquistar o chefe. A ideia é ter sempre decote combinado com um paletó ou casaco por cima. Usamos muito o decote nas costas e, quando a blusa é mais fechada, as pernas ficam mais expostas com as saias curtas”, comenta.

No entanto, a presidente do Sindicato das Secretárias do Estado de São Paulo (Sinsesp), Isabel Baptista, garante que isso não basta. “Não é possível que se tenha um figurino sofisticado e sexy para a secretária em seu ambiente de trabalho. Hoje até acontece uma flexibilidade, uma secretária que trabalha numa agência de criação pode ter mais liberdade em usar roupas mais descontraídas do que tailleur, blazer e saia. Mas uma secretária que assessora executivos de empresas de grande porte terá ainda que adotar os trajes clássicos”, afirma.

O Sinsesp, inclusive, chegou a receber reclamações de profissionais não só por conta da atitude de Aline, mas também especificamente sobre seu figurino. “Secretárias estão extremamente indignadas com o oportunismo da personagem”, diz Isabel.

Para Labibe, o contraponto dos decotes fica em outras peças do figurino. “Fizemos uma pesquisa geral e chegamos ao consenso de que os casacos como o paletó e os formatos dos sapatos trazem uma formalidade necessária para esse trabalho”, explica.

VISITE A SEÇÃO 'COMO USAR' E USE AS TENDÊNCIAS DE MODA A SEU FAVOR

Na dúvida sobre qual roupa é adequada para o ambiente de trabalho? Gloria Kalil resume: “A roupa profissional é aquela que não grita: ela não chama a atenção pela ousadia das cores, pelo pouco comprimento da saia, pela profundidade do decote. Uma pessoa sempre na última moda pode passar a imagem de futilidade. Porém, atenção: uma pessoa muito conservadora pode passar a imagem de uma pessoa desatualizada".

"O que está em jogo durante o horário de trabalho é a sua cabeça, o seu desempenho. Uma escolha errada pode custar mais do que um vexame: pode custar um emprego”, completa Gloria. 

Notícias Relacionadas

Compartilhe este conteúdo

Enviar por E-mail